29 janvier 2009

Vinte e seis semanas

São nove meses de intensas mudanças, com as quais ainda estou me acostumando, principalmente em relação às novas medidas. Estou ciente de que tudo voltará ao normal de forma gradativa e que não será de uma hora para outra que ficarei com aquele "corpitcho" de antes. Para mim é uma novidade e tanto, pois, na medida do possível sempre procurei manter a linha com ginástica e alimentação e é a primeira vez que me vejo mais "redonda", mas não menos feminina, bonita, MULHER e plena!

Vou fazer um resumo do que esse período tem representado para mim, dos cuidados que tenho comigo e das alegrias que a Béatrice me proporciona. Se eu esquecer de alguma coisa, eu acrescento, uma outra hora em um outro post!

Quanto a Béatrice: Hoje eu a sinto mais "esparramada", pois antes ela ficava mais embaixo, perto do útero, agora posso senti-la mais em cima, como se ela estivesse conhecendo todo o ambiente da barriga e ela vai de um lado para outro. Às vezes ela se mexe em sincronia, dando uma cabeçada em cima e um pontapé em baixo (quer dizer, é assim que eu a imagino!), e como ela cresceu! É uma fase super gostosa, pois ela se movimenta bastante, tem horas que eu acho que ela está "pedalando" dentro de mim.

Contatos imediatos do terceiro grau: Eu e o Ju estamos curtindo muito a gravidez, sempre conversamos com a nossa pequena, fazemos carinho na barriga e ela já reage a alguns estímulos de som e de toque. Às vezes a gente dá uns toques na barriga e ela devolve com uns chutinhos no mesmo local.

De acordo com as informações que tenho, ela está na fase em que se movimenta bastante e é normal alternância de dias mais calmos com os mais agitados, quando está bem disposta (já me acostumei com isso e agora não me apavoro mais quando ela fica quietinha). Também é a fase em que ela descobre o senso de tocar. Ela toca na parede uterina com os pés, suas mãos, cabeça e costas e a barriga e, quando acariciada, ela se movimenta para mostrar que nos percebe.

“Espelho, espelho meu...”: Desde o início tenho tomado alguns cuidados com o meu corpo. Comecei a passar óleos desde que soube da gravidez para evitas as estrias e, sinceramente, espero que toda essa parafernália realmente valha a pena.

Uso o óleo de amêndoas (baratinho, baratinho) e o de paciflora (Mamãe Bebê, da Natura, “contrabandeado” do Brasil). Também uso um creme específico para grávidas que contém óleo de argan (“huile d’argan”, muito bom). Nesse meio tempo também fiz massagem de relaxamento para o corpo (não é a drenagem linfática), principalmente para as costas e pernas, estou querendo fazer outras sessões porque gostei demais, me senti leve e confortável.

Uma coisa que achei interessante foi o fato da minha pele ter melhorado - e muito - com a gravidez, por incrível que pareça. Antes mesmo de ficar grávida eu usava um “mousse" da Vichy (Oligo 25), que faz uma microesfoliação e vai removendo as células mortas e é de uso diário. O produto não tem contra-indicações e continuei utilizando mesmo após a notícia da gravidez. Como aqui é inverno e não tenho tomado sol, notei que a minha pele está mais clara e mais viçosa. Também passo o hidratante da Nívea (aquele do mercado mesmo!) e protetor solar todos os dias.

Ainda no kit beleza, incluo a preparação do seio para amamentar. Eu uso a buchinha: Uns dizem que é bom, outros não... Por via das dúvidas, optei por passar a buchinha vegetal durante o banho para preparar o seio quando for amamentar e faço isso desde os primeiros meses. Já li que isso pode retirar a proteção natural da pele e que o melhor é usar um soutien velho e cortar a parte onde fica o bico para que ele fique em contato com a roupa, ou então, tomar sol para dar mais resistência ao mamilo... Hamham... Sol... Esta última opção está fora de cogitação... Pode acontecer de eu ficar exposta no sol de inverno e congelar o bico do meu seio, aí já viu né, viva o “milkshake” gelado para a Bibi... Ah, também já li que o melhor é não fazer nada, que tudo depende da pegada certa do bebê...

Pelo sim e pelo não estou torcendo para que a Béatrice me ajude nessa hora tão importante, pegando o seio da forma correta, eu estou fazendo a minha parte... A continuação desta história ficará para o pós-parto...

Gravidez no inverno: Estou passando por isso... Frio, neve, vento gelado... Os cuidados que a gente tem que ter no inverno são diferentes da gravidez no verão.

Uma das vantagens que vejo nisso é que posso utilizar a meia própria para varizes sem incômodo, pelo contrário, ela me ajuda a ficar mais quentinha nesse frio absurdo que faz aqui! Outra coisa que notei é que, de fato, a temperatura do corpo da mulher grávida fica um pouco “desregulada” devido ao aumento da circulação sanguínea e não é raro eu sentir calor e achar a temperatura agradável enquanto o Junior bate os dentes de frio. Isso é um fator super positivo, pois sou friorenta e não estou sofrendo tanto neste inverno. A outra parte bo é que quando a Béatrice nascer vai estar mais quente e ela vai tomar o solzinho dela.

Outra vantagem é que o meu corpo, até agora, não ficou inchado, principalmente nos pés, o que é comum acontecer quando a temperatura está mais alta. A única coisa que não acho legal é que não sito muita motivação para sair de casa para fazer uma simples caminhada, tudo por causa do frio. Tenho que estar muito animada para dar umas voltinhas...

O vento forte e gelado substituiu a neve que até a semana retrasada insistia em aparecer... É difícil dizer o que é pior, só sei que estou contando os dias para a primavera chegar. Tudo muda com as estações das flores, tudo fica mais colorido, as pessoas ficam mais alegres e, depois, tudo vira festa com a chegada do rei sol, no verão. Estou sonhando acordada com isso!

Hemorróidas, longe de mim: Nunca tive problemas de hemorróidas e toda vez que leio artigos sobre gestação ela está lá, como um dos probleminhas que pode aparecer. Uma dica que vem do baú da minha mãe, é comer umas ameixas - dessas que vem no pacotinho e que são ricas em minerais, tais como cálcio, magnésio e ferro - e também fazer um chazinho com elas. Uma coisa é inevitável, o intestino fica um pouco mais preso e a dica que vem lá de casa ajuda no trânsito intestinal. Por via das dúvidas, tomo o meu chá e como as ameixas pelo menos umas três vezes por semana e tem funcionado bem. Fora isso, tomo muito líquido, especialmente água, e como muita fruta e verdura!

Preparativos para a chegada da nossa princesinha: Estamos arrumando o quartinho e o Ju comprou uma boneca para a gente treinar os nós da echarpe que vamos usar com a Béatrice! Bem, melhor a boneca caindo e ficando meio torta de um lado ou de outro do que a minha filha! Agora estamos na fase de ver cortinas e alguns outros detalhes de caixinhas que quero utilizar como módulos para separar as coisinhas dela (fraldas, algodão...). Mas o detalhe maior e mais delicado veio do pai dela... O Ju plantou uma quantidade razoável de tulipas no jardim para comemorar a chegada da Béatrice com as flores da primavera! Meu Ju é lindo mesmo e, por essas e por outras que eu o amo tanto!

Eu acho que é só por hoje!!!!

Aucun commentaire: